quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

O parto

Acho que preciso de contar como foi o parto... Também para nunca o esquecer...

A obstetra que me seguiu, nos últimos tempos começou a dizer-me que o bebé não estava bem encaixado e que embora o útero já estivesse mole nas ultimas 2 ou 3 semanas, não tinha qualquer dilatação, por isso tinha que andar muito... e foi o que eu fiz...
Então no dia 10 Novembro, um sábado, fui a pé de casa dos meus sogros até à minha loja, para terminar um trabalho. Entretanto o J. foi para um fogo... Fiquei tão furiosa... Ninguém imagina...
Fiquei sem chaves de casa, sem carro... sozinha com o bebé quase a nascer... Depois fui até um café, para lanchar com uns amigos. Tinha tantas dores nesse sábado... Lembro-me que ao chegar ao café tive uma dor tão forte que nem me mexia...
Depois fui até aos B, com esses meus amigos, e entretanto o J. chegou .. Voltamos a casa dos meus sogros... eu tinha dores tão fortes que ficava toda corada e nem falava... Mas como já tinha ido umas vezes para a Maternidade e era sempre falso alarme, nem disse nada.
Depois disse ao J. que era melhor irmos de novo ao Hospital, até porque eu achava que o bebé não se mexia tanto. Ele ainda tomou banho e lá fomos, sem dizer nada a ninguém, para não voltar a dar falsas esperanças.
Chegamos ao hospital por volta das 23h... Estive que tempos para me chamarem. Estava lá uma sra na sala de espera que ela é que acabou por chamar alguém, porque eu estava mesmo com muitas dores. Quando entrei, fui vista por um médico tão... Bruto, insensível, parvo... sei lá... Que me disse logo que ainda não estava em trabalho de parto porque ainda só tinha 1cm de dilatação... mas pronto vá para ali fazer um registo, disse ele. E eu fui... e o enfermeiro não apanhava nada... mudei de cama... e nada
Veio uma enfermeira (que me deu algumas aulas de preparação para o parto) e ela lá conseguiu apanhar as pulsações do bebé... Depois, conforme o registo começou a sair, vai lá essa enfermeira, depois o outro enfermeiro, e depois outro... e ninguém me dizia nada... Entretanto aparece um médico (felizmente um outro bem mais simpático!)... A enfermeira que eu conhecia acabou por me vir dizer que eu ia ficar... que havia umas alterações no registo. Sou sincera... pensei que essas alterações eram contracções.. nunca pensei que fosse com o bebé... nunca pus em causa o bem estar dele :(
Por fim lá vem o 1º médico... então afinal o que é que se passa para ter que cá ficar? E viu o Registo... Virou costas e foi embora... Enfim... Quem fez o internamento foi o outro médico...
Chamaram o J., e lá fomos para a Sala de Partos (nem a mala levei... Só levei um saquinho com a 1ª trouxinha do bebé... Com essa andava sempre, e não estavamos mesmo a contar com o nascimento para esse dia)
E fomos... a tal enfermeira, passou das Urgências para a Sala de Partos, à meia noite, embora estivesse noutra ala. Passei a noite ligada ao monitor... nem isso achei estranho na altura (já lá tinha passado uma noite há 2 semanas, porque tinha tido perca de liquido, mas acabou por não ser nada, e dessa vez, só era monotorizada de vez em quando...)
As dores eram fortes, mas aguentei-me sem medicação nenhuma toda a noite. O J. ainda passou pelas brasas... Só acordava quando eu precisava de ir a casa de banho.
Às 8h, na mudança de turno, a enfermeira saiu, mas entrou o outro enfermeiro com quem tive as aulas. Ainda bem... é muito reconfortante termos ali alguém que nos conhece, e que conhecemos... Já que não estava lá a minha obstetra...
Mudou o turno dos médicos também e fui vista pela primeira vez desde que tinha entrado na Sala de Partos (há 8 horas atrás...). Gostei da equipa... Já tinha 2 dedos de dilatação, por isso a médica rebentou-me a bolsa das águas e deram-me medicação para acelarar... E as dores já eram bem jeitosas... Aí já quis medicação claro, mas o médico anestesista estava quase a chegar e assim aguentei umas contracções, mas levei a epidural e passado um bocado as dores já se tornaram bem mais suportáveis... Passado pouco tempo comecei com vontade de puxar... A médica passou lá e disse "já estamos assim?" e nessa altura já devia estar com boa dilatação... mas o bebé não estava bem encaixado... Ah, mas o que aconteceu quando o turno mudou e viu os Registos foi que eu estava a Dieta 0, pra estar preparada para ir para o Bloco... Mas eu na altura acho que nem me apercebi bem das coisas. Custava-me não poder beber... Mas achei sempre que estava tudo bem... Nem sequer perguntei se o bebé estava bem... Mas pronto, as dores continuaram, os puxos também... acho que ainda gritei com o João uma vez, porque fiz a respiração para evitar o puxo que é tipo cão, porque não sabia se podia puxar ou não (as salas estavam todas cheias, e o pessoal não chegava para as salas todas quando algum bebé queria nascer), e ele achou que eu não estava a respirar bem... Mas o enfermeiro voltou e eu comecei com os puxos. O bebé não estava encaixado e estava com a cabeça virada, ou assim qualquer coisa, que também não me lembro... O enfermeiro teve que o virar para ele nascer...
E pronto, lembro-me que o enfermeiro tinha saido para o almoço, e ficou uma outra enfermeira, montaram a cama para cama com perneiras, a médica já lá estava há um bom bocado, veio pelo menos mais um enfermeiro e lembro-me de chamarem o pediatra... e com 3 puxos o Miguel estava cá fora :) e o J. sempre ao meu lado :)
O J. esteve ainda bastante tempo com o Miguel, porque logo a seguir começaram a coser-me e eu tinha medo de o deixar cair... Pedi ao J. para ficar com ele...(Nunca mais me vou esquecer da expressão do J a olhar para o nosso menino). Mais tarde lembrei-me que costumam por os bebés no peito da mãe, e que só chamam o pediatra nalguns casos... Só depois mais tarde eu percebi... Fiquei porque o Miguel tinha picos (baixos) no RCT, e vinha com o cordão no pescoço ... Podia ter corrido mal e isso nunca me passou pela cabeça, em todo o trabalho de parto...quando chegamos à sala (não sei que nome tem aquela sala, mas é para ficarmos lá 2 horas após o parto e depois subimos para a enfermaria), e chegaram as nossas mães, o J. agarrou-se à mãe a chorar... Ele viu tudo e apercebeu-se de tudo, mas não me disse nada... Ajudou-me muito...

Fiquei com um hematoma, por me tentarem virar o Miguel, e por ele ter estado ali às cabeçadas, e ele tb vinha com um grande hematoma na cabeça...
Os pontos custaram-me muito... Ainda hoje, de vez em quando me chateia onde fui cozida...
E tive o azar de apanhar o mesmo médico que me viu quando entrei, no dia em que era previsto sair... Que não me deu alta, porque eu cheirava a podre... disse ele à enfermeira (sim, porque nem me falou sequer) Esta fica que isto cheira a podre... E comecei a levar injecções para baixar o útero, e a fazer antibiótico... Quando ele saiu, fiquei a chorar... Foi lá uma enfermeira pedir desculpa pelo médico (como se ela tivesse feito alguma coisa...) que ele era mesmo assim, que as coisas eram normais... A mesma enfermeira que me tinha dito 1 hora antes, quando me fez a higiene, que parecia tudo bem... Que o útero já estava no sítio... Não foi o ter ficado lá, foi como o médico falou...
No dia a seguir fui vista pela chefe de serviço, que perguntou quem tinha sido o médico a fazer aquele diagnóstico, porque o útero estava óptimo, cheiros eu não tinha, e não tinha febre, para que é que me andavam a dar injecções e antibiotico... E deu-me alta... Vá-se lá entender...

O que na altura me pareceu não custar muito... depois começou a custar... Foi mais o pós... e os pontos custaram-me muito... a coserem-me, os dias que se seguiram, o cicatrizar, o sairem...

Ainda bem que tenho aqui o meu Miguel... olho para ele e fico toda derretida... Está tão engraçado :)


VIROU-SE!

Chegámos a casa, depois de passar na loja, e fui preparar o biberon, porque o Miguelito vinha com muita fome. Encostei-o no sofá, bem encostadinho para não cair e fui para a cozinha... Ah, claro que ele estava farto de chorar com fome... Quando cheguei... SURPRESA MAMÃ!!! Virado... Deitadito de lado e a rir-se todo! Agarrei-o logo e enchi-o de beijos. Por um lado fiquei com medo, e não o posso deixar assim outra vez, por outro lado tão orgulhosa do meu menino, que se virou e ficou todo contente!
Já há 4 noites que tem sido uma festa. No fim do banho, na hora da massagem, quando o viro de barriga para baixo, põe os bracitos a jeito e começa a tentar levantar-se e até se vira de lado.

O meu filhote põe-me tão babada! É um simpático, sempre a rir-se, sempre bem disposto, palra muito... e é o meu bebé que me faz amá-lo muito :)
Estou cada vez mais "apaixonada" pelo meu filhote lindo

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Saudades, dia 2...

Hoje fomos almoçar com a madrinha, a prima N. e a C....
A avó C. estava de folga e tu foste passear com ela, enquanto a mamã esteve com a C. na formação .
Aprendi a fazer umas coisas giras, e vou aproveitar e fazer uns vídeos teus para depois publicar em web. Qualquer dia já posso editar o blog em html e fazer aqui umas coisas giras :)
Estou cansada, doi-me as costas, tenho frio, dói-me a cabeça... Estou chocha... são as saudades do Papá...
Ah, o que eu fiquei babada quando cheguei ao café e tu te começaste a rir para a Mamã e a contar o teu passeio Rahhhh, arahhh... e muitos sorrisos.

Beijinhos meu bebé
Beijinhos Papá, ti amo muito muito... Vou morrer de saudadessss....... Beijão

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Saudades...

E ainda hoje é só 2ª feira...

Esta semana o papá não está em casa... Trabalho... :(
Eu já estou cheiinha de saudades e ainda não passou um dia.

Para o papá ler o blogue, esta semana vai estar aberto ao público em geral lol. 6ª feira volta a ser Limitado.

Amanhã a madrinha vem a N. por isso vamos almoçar com ela, em princípio.

Estou mesmo chocha...

Beijinhos

sábado, 26 de janeiro de 2008

Noites BEM durmidas

O meu pequenote continua a dormir bem... A pior destas últimas noites, foi muito boa em relação às noites de antes... Mas tem acordado sempre por volta das 7h...

Hoje finalmente pus as fotos dele (que só fui imprimir ontem) no Album, com direito a comentários .
Agora está a dormir tão sossegado... Até estou a achar estranho, adormeceu assim que acabou de mamar, já há 2 horas atrás. Mas nem parece dele... até estou meio preocupada. Vamos ver como ele reage...
Beijinhos...

P.S. As melhoras para a Bia

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

6 horas de sono

É verdade! A noite passada o nosso Miguelito mamou à meia noite e meia e só acordou às 7 da manhã :) Nem queria acreditar quando olhei para o relógio... Já não dormia assim há muitos meses (porque na gravidez também era um martírio)
Não quero deitar foguetes antes da festa, e julgar que agora vai ser sempre assim, mas de vez em quando era bom.
Adormeceu na espreguiçadeira... Vou preparar os biberons, que já estão esterelizados, e vamos para a cama... Espero que não acorde.

Está tão querido, e com umas gracinhas... mesmo engraçado :)
Ontem mostrei-o ao espelho! Achou piada :)

Que esta noite seja como a passada...

Durmam bem

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Consulta dos 2 meses

Hoje o Miguel foi ao Pediatra.
Está tudo bem... continua com a pele com muitas bolinhas, mas o médico disse de novo que ele tem a pele muito sensível, e mandou um saco muito cheio de amostras da D'Aveia, com óleo de banho, creme hidratante e creme barreira. Ainda bem :)

No fim de semana o Miguel começou a beber, no último biberão, 150ml... Ontem de dia também já bebeu mais, e hoje, quando voltámos do pediatra mamou os 150 num instantinho e começou a chorar... E eu fiquei sem saber o que fazer... Resolvi ir fazer mais 30ml a correr... e não é que mamou mais um bom bocado... :) que comilão. Há pouco fiz 150 e só mamou 90ml, mas não faz mal.

O dr diz que ele está muito bem, e que está tanto em altura como no peso, entre os percentis 25 e 50.
Peso do Miguel: 5.320, Estatura: 58,5, P. Cef: 40,5.

Está tão bonito o nosso menino...
Ontem mandei assim um sms ao papá: "O nosso menino é tão lindo... Como fizemos assim um bebé tão bonito sem darmos conta?"
Lol...
Se o vissem agora... A dormir, a chuchar muito, e todo agarradinho ao bonequinho... :)

Beijinhos...

sábado, 19 de janeiro de 2008

Estes dias que estive sem escrever foram complicados. Na 3ª feira fomos à consulta dos 2 meses e levaste 2 picas, por isso ficaste rabujento e chorão. Mas já estás melhorzito. E muito engraçado! Riste muito, palras muito, tudo te chama a atenção, e eu fico toda derretida com as tuas descobertas :)
Ontem à noite descobriste que tens uma mão que afinal cabe na boca e tem uns dedinhos que devem ser saborosos...
Fazes beicinho quando ouves o papá e ele não vem logo falar contigo...

Estás tão engraçado filhote... Cada vez dormes menos, e cada vez eu consigo fazer menos coisas de dia. Esta noite tiveste que mamar de 3 em 3 horas seu maroto... Já não me lembrava de isso ser assim...

O papá está com os amigos, a trabalhar no carro do carnaval, e a avó M. esteve cá a almoçar e a dar-te muitos miminhos...

A mamã está cheia de sono...
Beijinhos meu filhote...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Constipado e com Cólicas

Está quase na hora do banhinho... Primeiro ainda vai a mamã, mas tu ficas muito contente à espera, no muda-fraldas da banheira...Os biberons já estão esterilizados, por isso só tenho que ir ferver água.
A noite passada dormimos os dois sozinhos, porque o Papá dormiu nos Bombeiros... Foi só miminho :D

Passaste o dia meio constipado, nem saimos de casa... Com ranhinhos e respiração muito barulhenta do nariz... E também com muitas dores de barriga, com muitos Pum's pelo meio, e o cocó foi só 1 desde ontem :s
Amanhã tinhamos consulta do SNS, mas estás tão constipado... e o papá amanhã não está cá, por isso ele depois fala com a enfermeira para lá irmos outro dia, até porque tens que levar as picas más...

Adoro-te meu filhote...

O que tu te ris para a Mamã e para o Papá...

Beijinhos

domingo, 13 de janeiro de 2008

É bom saber...


Dizem os especialistas...

Desenvolvimento do bebé: Bebé de 2 meses

É a altura de começar a espernear com força quando está deitado de costas. O seu bebé já consegue levantar a cabeça durante cerca de 10 segundos quando está deitado de barriga para baixo. Vai começar a controlar as suas acções, aprende a distinguir as formas simples e a seguir com os olhos objectos sonoros ou de cores vivas. Escuta com mais atenção as vozes suaves e sorri para toda a gente, sem distinção. Vai passar mais tempo acordado e atento a tudo o que acontece e assusta-se quando ouve barulhos estranhos. Os seus músculos começam a ficar mais fortes e começa a seleccionar as coisas de que gosta.



Interacção mãe-bebé: Falar com o seu filho vai ajudá-lo a aprender a falar de forma mais rápida

Um estudo recente, efectuado nos Estados Unidos, mostra que quanto mais tempo um bebé estiver em contacto com a lingua dos pais, mais depressa começa a falar. Pelo contrário, as crianças com um elevado grau de surdez ou crianças socialmente isoladas que não experimentaram qualquer típo de linguagem, verbal ou gestual, não adquirem uma linguagem.

De qualquer forma, é preciso ter em mente que as fronteiras destes incentivos são fundamentais. Se cair no exagero, na esperança que o seu filho se torne um génio, corre o risco de anular todos os êxitos conseguidos até aí.


Massagem para bebés

(o Miguel adora, depois do banho...)

Massajar o seu bebé é uma excelente oportunidade de o conhecer melhor e estabelecer uma relação ainda mais próxima com ele. A hesitação é algo muito comum nesta fase, o seu filho parece ainda tão frágil que pode ter dúvidas quanto aos benefícios e às formas de o massajar. Quando feita correctamente, uma pequena massagem vai ajudá-la a ganhar segurança e tornar o seu bebé ainda mais saudável e feliz.

Os benefícios. A massagem melhora a circulação sanguínea do seu bebé. Tonifica os músculos e alonga as articulações. Além disso, vai reforçar as suas defesas imunológicas, em especial activando o sistema linfático, e diminuir as hormonas do stress. Vai ajudá-lo a regular a respiração e facilita a digestão. Por exemplo, uma massagem no peito ajuda o bebé a respirar mais profundamente. Alivia ainda dores ocasionadas por certas doenças e o seu bebé ficará mais calmo, tranquilo e conseguirá dormir mais facilmente. A massagem pode mostrar-se altamente eficaz no alívio de cólicas, gases ou dores de dentes.

O local. Escolha um local aconchegante e calmo. Se possível de côr clara, com luz ténue, música suave e com os objectos e brinquedos favoritos do seu bebé. A temperatura é igualmente muito importante e deve ser mantida perto dos 20ºC. Isto permite-lhe despir o bebé nesse momento sem lhe causar qualquer desconforto. Deite-o numa manta coberta por um lençol ou uma toalha de algodão para que a sua pele também não sinta desconforto.

O momento. O seu bebé pode receber estes mimos a qualquer hora do dia. Evite no entanto os momentos antes e depois das refeições. Massaje o seu filho quando este estiver completamente desperto, de preferência depois do banho, depois de mudar a fralda ou entre refeições.

Técnicas. Aqueça uma pequena quantidade de bálsamo de massagem na sua mão e coloque a outra sobre a perna ou barriga do seu bebé para estabelecer o contacto. Mantenha sempre uma das mãos em contacto com o bebé. Com a palma da outra mão inicie a massagem com movimentos suaves desde o ombro do bebé até à sua barriga. Efectue o mesmo movimento, partindo agora do outro ombro. Repita este movimento em forma de cruz 4 a 5 vezes. As primeiras massagens não devem durar mais do que 5 minutos para não incomodar o bebé.

Cuidados. Tonificante, relaxante ou por pura brincadeira, é importante que a massagem seja um prazer para o seu filho. Observe as suas reações e faça-a apenas se o seu bebé estiver atento e gostar de participar. Ele brinca, sorri e o seu rosto e corpo ficam relaxados. Para situações mais específicas, solicite indicações de massagens e técnicas mais adequadas ao seu pediatra.

O TEU SORRISO


O TEU SORRISO...
ENCHE-ME A ALMA,
DERRETE-ME O CORAÇÃO!
FICO A MAMÃ MAIS BABADA DO MUNDO!

sábado, 12 de janeiro de 2008

com Recado para o Papá...

Antes de mais, tenho que dar os parabéns à minha mãe... com quase 60 anos (ainda faltam 9 meses...) estreou-se hoje no mundo MSN :)

Hoje, meu bebé, passaste o dia bem melhor... até estou com medo da noite que aí vem, com o que tens dormido durante o dia... Vamos ver...

É Sábado e eu passei o dia em casa, sozinha... O papá foi ao baptizado da Liliana, uma menina que ele ajudou a nascer, no início do ano passado. E nós cá ficámos... Fomos jantar os 3 a casa dos avós, viemos para casa, e o papá foi "trabalhar" no carro do carnaval...

E lá continuamos nós aqui...

Amo-te muito J

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

2 Meses

Meu filhote, fazes hoje 2 meses... Os 2 meses mais felizes da minha vida!
Parabéns a ti, a mim, e ao papá!
Que dia o de hoje... nem parecias tu, sempre a chorar. Houve alturas em que já não sabia o que fazer para que deixasses de chorar. Nunca te tinha visto chorar assim...

São quase 23h, por isso está na hora da "maratona dos biberões", como eu digo... Esterilizar (por acaso hoje já estão), preparar o pó, ferver água, preparar o termos e fazer o leitinho das 11... Para irmos ao banho que tu tanto gostas de há umas semanas para cá! Ah, e para a tua massagem, claro!